Fogueiras


E o que aos olhos já tem sua magia, ganha cores novas, como os desejos de compartilhar as alegrias de um cartão postal.

Nos dias que já marcam a metade de um ano vivido, aos que acolhem todos os sabores de suas raízes, cabe o encanto representado nas costumeiras cores que agora cobrem o nosso céu.

Os sorrisos da Maria Bonita,

As batidas das sandálias ao xote anunciado;

Nas chuvas que caem sem apagar o ritmo dos quadris ao toque da sanfona;

– Formam-se o cenário conhecido que então sussurra o convite aos pés distantes...

Eis que os barcos de fogo, o cheiro do milho, os vestidos de chita ou os casebres representados, pedem acompanhamento próprio, pois existem vários modos para os que acendem uma fogueira.

Raiana Reis

Read More






Se há retratos no que escrevo,
haverá também nos silêncios...
Destes, que tomo posse
ao recebê-los embrulhados.

Read More

Não me arrependo do que transparece
Dou-me o direito de ser fiel ao que há por dentro.



Raiana Reis

Read More

Roteiros

Liniers Macanudo

Ainda que não seja a última temporada a melodia já anuncia os créditos por chegar.
Talvez as maiores ações tenham ficado pro final - erro de roteiro ou estratégia assumida?
Postura adepta do improviso em plano B ou do alfabeto inteiro,
desfechos inesperados sempre foram meus preferidos -
sobretudo quando se escreve a própria história.

Raiana Reis

Read More
Blog Widget by LinkWithin
 

©2011, | by TNB