Só o que me resta



o que é
de mim
resta

Não adianta, perdão
 vem sempre fácil quando é pra fora
interno ainda não aprendi não

Amanhã talvez floresça, hoje só o que me - restos...

Read More

Ventania


Quando o vento leva
não prenuncia endereços
Se no barco há vela
Deixa soprar...

Raiana Reis

Read More

Das entregas


Metade do estranho peso Ele carregou ontem, quando O chamei. 
Mas ainda há resquícios, sinto.
As entregas têm que ser contínuas,
como reticências...

Raiana Reis

Read More

Porque isto sempre me emociona, e vai além da poesia...


Read More

Amor e drama


E gosta de viver assim, aquela moça: um tipo peculiar de feiticeira autofágica - adora alimentar-se de seus dramas lacrimosos, reais frutos de um coração imaginário. Vagueando por corredores, chora as pitangas em nuvens espessas, o sol não irradia por muito tempo.
A princípio suas doçuras até aparentam raras delícias. - Desculpe-me querida, mas não por falta de romantismo, enxergo dissabores em teus encantos... É por adoçar demais que se passa do ponto, e ninguém merece o peso de Detentor de felicidades.
Denomina-se intensa, mas na sua lambedoria há contrato exclusivo aos amores intangíveis - Não se vê em algum momento a leveza de um amor próprio. 
Esqueça os dramas, o amor não é muleta.

Raiana Reis

Read More

O que será que será?


“O que será que será, que esta coleção vai me provocar?”
*Será um Alumbramento ou Fantasia
Todo o sentimento em Roda viva
Samba e amor, Sob medida
Será um Mano a mano!

O que será que será?
Vai me provocar Cantigas de acordar
Vai Passar Feito mistério o Desencanto
De todas as maneiras, um Acalanto
- Trocando em miúdos...
Homenagem ao malandro!


*Em meio ao trabalho acadêmico de análise da peça “Gota D’água”, descobri este concurso cultural para conquistar toda a coleção do Chico Buarque. Acima, a minha participação à pergunta proposta, no deleite de suas músicas, um quebra-cabeça em homenagem.
Do amor que tenho à música, observar as letras como poesia é sempre um fascínio, e isto o mestre faz como ninguém.
P.S: A quem interessar, ainda é possível participar de um outro concurso aqui.


Sempre fico sem palavras pra essa composição:

Read More

Travesseiros




Passar as mão nos teus cabelos... Um afago ao semblante adormecido, que ao fim do dia encontra a paz das inquietações que o sacia a sede - por vida.
Memorizar teus traços na ponta dos dedos a percorrer as sobrancelhas, enquanto lanço meu olhar confesso em desejos... Até que me interrompa os devaneios, no convite ao aconchego dos teus braços.

- Para hoje é só vontade, teu peito se faz em travesseiros.

Read More

Gota d'água

gota de agua1

"Eles pensam que a maré vai mas nunca volta
Até agora eles estavam comandando
o meu destino e eu fui, fui, fui, fui recuando,
recolhendo fúrias. Hoje eu sou onda solta
e tão forte quanto eles me imaginam fraca
Quando eles virem invertida a correnteza,
quero saber se eles resistem à surpresa,
quero ver como eles reagem à ressaca."
 
 
Baseada na tragédia clássica de Eurípedes, "Medéia", Chico Buarque e Paulo Pontes compoem em 1975 o texto em peça teatral Gota D'água. Joana - mulher de personalidade intensa e anti-heróica, é a nossa Medéia brasileira nesta obra que nos leva ao cenário do subúrbio carioca, numa crítica social à exploração capitalista, não distante da nossa realidade conteporânea. No pano de fundo de igual intensidade, está um triângulo amoroso do qual faz parte o típico malandro carioca - o sambista Jasão (homônimo do personagem da tragédia grega) conquistador de um sucesso que não chega por acaso.

Me encantei por esta trama na riqueza dos detalhes, da crítica social à paixão de cada uma das pontas do triângulo, muito bem costurados no texto desses autores, além da incrível musicalidade do mestre Chico.
Abaixo figuram as majestosas interpretações, inicialmente da Bibi Ferreira, e uma recente composição, feita pela Izabella Bicalho. - Recomendo a leitura desta peça, que nos prende a cada página.

"E qualquer desatenção, faça não
Pode ser a gota d'água..."






(na obra há diversas músicas já conhecidas, compostas originalmente para esta peça - Gota d'água, Bem querer, Flor da idade entre outras)

Read More

Reis

Nas músicas cabem o deleite de todo passional. Em composições como esta há reis que descrevem nas sensações do amor atemporal, um momento único...


Olha - Roberto e Erasmo Carlos

Olha você tem todas as coisas
Que um dia eu sonhei pra mim
A cabeça cheia de problemas
Não me importo, eu gosto mesmo assim
Tem os olhos cheios de esperança
De uma cor que mais ninguém possui
Me traz meu passado e as lembranças
Coisas que eu quis ser e não fui
Olha você vive tão distante
Muito além do que eu posso ter
E eu que sempre fui tão inconstante
Te juro, meu amor, agora é pra valer
Olha, vem comigo aonde eu for
Seja minha amante, meu amor
Vem seguir comigo o meu caminho
E viver a vida só de amor

- E encaixam-se, assim...

Read More
Blog Widget by LinkWithin
 

©2011, | by TNB