quinta-feira, 9 de abril de 2009

Apenas rabisco...



Não quero ser poeta, apenas amante
Não conto sílabas, não faço métricas
Não enriqueço frases com palavras distantes

Meu texto não será maior que os sentimentos
Meu ritmo não obrigará o amor á dor
Figuro apenas nas palavras meus pensamentos

Tenho um eu lírico egoísta e confesso
São as minhas alegrias, dores ou desejos
Faço num desabafo e nada peço

Quando escrevo... sou eu na lua!
Prefiro a noite, o lápis e o papel
Cubro-me com palavras e deixo a alma nua

Cada palavra é uma intenção
Figurada, subentendida ou declarada
Ditas só para mim, ou a outro coração


Raiana Reis

27 comentários:

Marilene disse...

[i][purple][b]Oi, tudo bem?

Vim lhe convidar para conhecer o meu blog

www.likeamake.com

Tenho certeza que você gosta um pouquinho q seja de Maquiagem.

Beijos

Marilene

16/4/09 01:28
Siento que me miran de cerca disse...

Os sentimentos falam mais que palavras
Até um olhar, as vezes, fala mais
As palavras são cativantes, mas o sentir...
Nada substitiu o sentir.

2/5/09 21:41
Alcindo -Vulgo: Cidão disse...

Poxa Rai!!! Tá tendo algum problema no meu blog, pois não está mostrando as atualizações dos mues amigos.

Esse texto ficou fino!!! Muito bom mesmo!!!!

Esse trecho "não me preocupo com rimas, nem máetricas" Disse tudo!!!

Num sei.. mas isso é familiar...

Lindo.. lindo!!!!

2/5/09 22:38
El Negro Cortés disse...

Gracias por pasarte por mi blog! Estuve viendo los tuyos y me gusto mucho el blog donde hablas sobre tus alumnos de español! Espero que sigas visitándome e intercambiando comentarios. Un abrazo!!!

4/5/09 20:45
Rebeca disse...

Lindo lindo!!!rsrs.(como sempre)

8/5/09 16:38
Moniquetudybom disse...

Está bem tenho um eu-liríco meio egoísta.cansei de ser poeta.Quero ser amante!

9/5/09 21:08
Pamella Abreu disse...

Lindo poema!

13/5/09 15:17
Danilo disse...

que poema bonito, você se expressa tão bem. "Prefiro a noite, o lápis e o papel / Cubro-me com palavras e deixo a alma nua" gostei muito dessa imagem.

16/5/09 00:39
Nahim disse...

Poema muito bom msm

----------

http://comicaostrip.blogspot.com/

16/5/09 00:44
Leandro Elias disse...

lINDO, TOCANTE

16/5/09 01:26
Dayane Pereira disse...

Gostei do texto/poema. Me sinto assim tanbém quando escrevo, "cubro-me com palavras e deixo a alma nua"..
Beijos.

16/5/09 01:39
Guga disse...

Muito lindo!!!!
Cofesso que sou um garnde amanta da poesia!!!!
Espero ser Bem vindo!!!!
estarei sempre por aqui...
gostei do que você escreve...
tenho textos no meu blogger também ... postagens antigas qualquer coisa da uma passadinha !!!!

vou te linck! ok?

forte abraço até breve!!!!

16/5/09 01:49
Guttwein disse...

Olhar para si e reconhecer nossa insignificância e pequinez diante do mais simplório alheio...

"Tenho um eu lírico egoísta e confesso
São as minhas alegrias, dores ou desejos
Faço num desabafo e nada peço
"
Um explêndido começo de auto-reflexão... ; )

.
http://bloggalemdoqueseve.blogspot.com/
.

16/5/09 03:21
Jota disse...

achei belissimo o post e o blog, de vdd.
Beijos

16/5/09 03:58
André Luís Leite disse...

somente voce pode avaliar o que voce esta a sentir nesta poema/uma belo poema mas pessoal demais. um abraço e sucesso

www.viacomica.blogspot.com
www.minhacomediadiaria.blogspot.com

16/5/09 06:53
Maikemr disse...

Otimo blog...

volte sempre
http://fiqueplugado.blogspot.com/

17/5/09 00:05
SHIRLEI VIVENDO UM DIA DE KADA VEZ disse...

gostei muito do seu blog e dos poemas .... parabens

19/5/09 02:39
nessullius disse...

Me perdoa por sair do foco do post, mas seu lopo lá em cima é muito bonito e clean, porémm o banner poderias serum pouco mais elaborado. Só uma sugestão, por favor não me crucifique, mas você poderia mudar a tipograffia do nome do blog, porque não está combinando com o seu nome (muito bem bolado).

abração! (Nessullius)

19/5/09 03:26
Gustavo disse...

vc q fez???

achei lindo! grande bjo!!!

19/5/09 04:52
º°● Piter disse...

"Prefiro a noite, o lápis e o papel


Cubro-me com palavras e deixo a alma nua"

Perfeito!!!!!!!!


Nunca tive esse dom de escrever poemas/poesias, essas artes tão expostas.

19/5/09 22:04
Leo Pinheiro disse...

Poeta, continue a falar das coisas do coração. Digo, não apenas sobre temas amorosos, mas sobre o que te toca o coração ;)

20/5/09 02:59
Leo Pinheiro disse...

Ah, sobre o seu último comment...

Eu sou fiel, não sou canalha. Quer ver?

O que vc vai fazer hj à noite? :D hehe

20/5/09 03:00
Guilherme Santos disse...

belo poema
parabens

20/5/09 03:04
Ricardo Thadeu disse...

Um eu lírico egoísta acaba sozinho, num deserto branco, com um livro dele mesmo na mão. Morre o livro, morre o poeta, ambos de sede.
Dividir as palavras é dividir vida.


Bom.
¡hasta luego!

20/5/09 08:32
Ricardo Thadeu disse...

Obrigado por considerar a minha visão e fazer de mim um co-autor do poema. Morramos de sede juntos!


Virei aqui mais vezes.
Abraço.

20/5/09 18:00
Alê Quites disse...

Gostei do texto e fiquei apaixonada pela fotografia.

BeijOS

29/5/09 10:32
Nanda Oliveira disse...

amiiga O.O
P.E.R.F.E.C.T !!
Muit lindo! Parabéns! Tbm gosto de fazer coisa sa noite, dá mais inspiração! :)

3/7/09 22:48
Blog Widget by LinkWithin
 

©2011, | by TNB