segunda-feira, 30 de março de 2009

Inexplicável Sensação

Como domar uma inexplicável sensação?
Encontro repentino
Navio sem rota
Sintonia descoberta ou ilusão?

Ah, quisera saber os porquês
Dias que terminam e começam comigo tão distante
Longe de mim
Perto de você

Já não sei como conter
Quando o sorriso brota
Ou ao buscar as horas
Para mais te conhecer

Qual seria a melhor explicação?
Carências afetivas
Ímãs do acaso
Pergunta ainda sem definição.


Raiana Reis

4 comentários:

Bella disse...

Algumas coisas devem ser apenas sentidas sem que se procure explicação para elas.
Seus textos são ótimos...parabéns!

8/4/09 10:41
Rebeca disse...

Ai ai... ... rsrs. Gostei mto do últmo parágrafo!!kkkkkk. ;)

29/4/09 19:13
Juneka ♫ disse...

Lindas poesias.

Ps.: desculpa a demora, sou a Renata :D

16/5/09 02:08
Estêvão dos Anjos disse...

Olá, li alguns de seus poemas e gostei, principalmente, das rimas pouco convencionais. Vou continiar passeando por aqui

5/6/09 22:57
Blog Widget by LinkWithin
 

©2011, | by TNB