sábado, 28 de fevereiro de 2009

Segredo



Hoje solidão puxou o lençol... O dia nascia meio gris e frio...


A recordação do sonho noturno deu mãos dadas ao meu silêncio, juntos contavam-me o meu próprio segredo, aquele que eu escondo com os livros pra estudar, com o cansaço do trabalho, na alegria com os amigos, no aconchego familiar...


Disseram que eu tenho uma refém chamada Saudade... Ou seria eu a sua refém?!


Mas essa saudade sequer podia ter sobrenome, nem estava presa com o passado...


Ela aparece no telefone que não toca pra perguntar como foi o dia, na cadeira vazia do cinema, no almoço do domingo, nos dias de conquistas, no final da semana cansativa, nas mensagens que não chegam, no tímido sorriso sem espectador, no olhar perdido sem par, nas risadas bobas por provocar, nas noites de lua cheia ou quando toca uma canção...


É solidão, não precisava lembrar... A saudade é ainda sem nome e vou regando o meu jardim pra ela pisar... perfumando seu caminho, plantando os meus sorrisos soltos como flores...


Podem ser colhidos um dia... pra dar nome á essa saudade!


Raiana Reis


6 comentários:

Jonas Alves disse...

éé cadea vez melhor o blog,os textos parabens

http://contemporaneoeindiscreto.blogspot.com/

passa lá!

3/3/09 12:43
Ciça disse...

Olá!!!

Talvez não lembre de mim, mas vc deixou um comentário no meu blog.
Demorei mas estou retornando... adorei o que li por aqui.

Fique a vontade pra voltar sempre... vou linkar vc no meu blog ok?

Beijinhos

17/3/09 20:32
PROTESTOS E disse...

Nuss! Amei o jeito que você escreve me lembra um amigo meu.
até copiei uma parte do texto mas pus os créditos lá no orkut...beijão!

21/3/09 19:51
Jea* disse...

não entendi nada mais ta bom

22/3/09 00:38
Joshua disse...

Raiane,

Achei lindo esse texto. Maravilhoso.

Parabéns

Bjs

22/3/09 01:18
Guilherme Bandeira disse...

Olá,

Você escreve muito bem, texto leve, muito maneiro!

Parabéns!

Beijos

Guilherme Bandeira
www.olhaquemaneiro.com.br

25/3/09 23:06
Blog Widget by LinkWithin
 

©2011, | by TNB