domingo, 5 de julho de 2009

Ela sonhara...





Adormecia... Entre livros e papéis de estudo.
No breve tempo que lhe coube o sono, assim como uma realidade paralela, por surpresa foi levada à companhia de quem em segredo desejava estar.
Estava diante daquele que faz seu coração pulsar numa doçura diferente...
Não parecia um sonho, pois sequer era um momento inatingível, mas a mensagem que o momento trouxera dava sabores de esperança àquele coração que já desistia de sonhar...
Aqueles olhos castanhos pareciam enviar-lhe um carinho, diziam-lhe que saudade sentiu.
E talvez como um gesto subentendido, ele ofereceu-lhe uma canção de melodia suave e de letra apaixonante...
- Ela queria acreditar que suas sensações não eram ilusórias, pois ele nada declarava...
- Ela queria ser a inspiração para aquelas composições... Queria que esse sentimento tão puro fosse correspondido, mas sentia-se amiga da ilusão.
Não que gostasse de alimentar um sonho impossível, mas sempre que buscava apenas a razão, ao encontrar aqueles olhos infinitos ou simplesmente na troca das palavras amigas...
Sentia um 'não sei porque' de amor sincero, que despertava involuntariamente...
O sonho fora breve, mas ao acordar sentia no peito um ritmo saudoso, uma saudade daquele que sequer ainda esteve ao seu lado, mas que cada parte de sua essência fora responsável por esse puro sentimento,
Que ela pouco sabia disfarçar!

8 comentários:

Alcindo -Vulgo: Cidão disse...

verdade rai.... as palavras me faltam, pois já as citei em outros versos e... na falta ou na timidez tudo se faz novo. Tudo se faz indizível ou até mesmo... impossível.

não sei... "só sei q foi assim"... queria q fosse menos assim... sei lá.. coisas de doido!!! rsrsrs

bjim no coração....
com Deus sempre e sempre!!!

5/7/09 22:56
Alcindo -Vulgo: Cidão disse...

ow rai!!!

como sempre inspirada!!!!

O texto é lindo!!!! verdade q sai pelos dedos!!!!!

Gostei d+!!!!

Gosto de sentimentos em papel, em graficos conformados e deformados pela imaginação.

sou seu fã!!!

bjim no coração!!!

com Deus sempre e sempre!!!

5/7/09 23:12
Felipe disse...

Eu também não uso roupas de marca, afinal não vou gastar meu dinheiro com isso, prefiro muito mais investir em livros, mais eu adoro moda e adoro falar sobre isso. Não e presiso usar uma roupa de marca para se sentir bem e eu concordo com você a gente tem que usar o que nos cai bem =).Sucesso com seu blog achei bem interesante e quer saber, gostei de você, vou ser seu seguidor! Se quiser passa la no meu blog mais vezes, vou ficar muito feliz! Tchau.

7/7/09 08:45
Pobre esponja disse...
Este comentário foi removido pelo autor. 15/7/09 07:08
Pobre esponja disse...

Acho que fez para mim, hein.., hummmm, brincadeira. Bela poesia. Twittei vc...

bsos
Pobre esponja

15/7/09 07:35
BRUNO disse...

Olá Rayana, perdoe-me por não comentar a respeito do post, é que queria fazer parceria em link com este blog ( o outro fazemos parceria em banner neh?). Entre em contato comigo através do blog msm ou e-mail, ok?

Abração!

19/7/09 19:46
Cris disse...

Gostei de tudo por aqui, Raiana! De verdade! E fiquei feliz com os seus comentários...

um beijo

.

21/7/09 16:59
Rebeca disse...

O sonho fora breve, mas ao acordar sentia no peito um ritmo saudoso, uma saudade daquele que sequer ainda esteve ao seu lado, mas que cada parte de sua essência fora responsável por esse puro sentimento,
Que ela pouco sabia disfarçar!

Será q foi eu q escrevi isso?!?
Sei q vc entendeu...rs...Bjooo.

23/7/09 18:36
Blog Widget by LinkWithin
 

©2011, | by TNB