quinta-feira, 29 de julho de 2010

Plantio


Não por primeira vez, faço matrícula na escola do tempo, por entendê-lo sempre chave mestra para as grandes inquietações. O dententor dos véus que recobrem as verdades, o verdadeiro oráculo das nossas incertezas.
A busca está em saber-se pequena sempre, desconhecendo nossos mistérios e desejando serenidades, para no passo certo encontrar o melhor caminho.
Enquanto o amanhã não se veste em hoje, planto no inverno as sementes pro nosso verão.
E fecho os olhos em prece, confessando os desejos do que há por dentro.

P.s: Se é pra colher amor, o cultivo se faz intenso...

Raiana Reis


2 comentários:

Jaime Guimarães disse...

O cultivo e a atenção com as estações...fácil cultivar apenas com tempo bom; na intempérie é que os cuidados e toda a atenção/dedicação se fazem presentes.

E o tempo se encarrega do resto. Deixe crescer!

Bj, moça

29/7/10 16:42
luciano fortunato disse...

é uma das coisas mais lindas que eu já li em toda a minha vida. e, além disso, você é uma doutora em fotografia; saiba.

12/8/10 10:19
Blog Widget by LinkWithin
 

©2011, | by TNB